Oficina de Roteiro

Jorge Alfredo
Foto: Jorge Alfredo

A concepção da Oficina Curto Ficção está embasada na experiência desenvolvida pelas Oficinas Orlando Senna de Dramaturgia Audiovisual, realizadas a partir de 2000 em Lençóis, BA, e que resultaram na realização de 15 obras (filmes longas e curtas-metragens, formatos TV, animação). Esses núcleos de criação foram projetados para o treinamento de contadores de histórias em geral e, particularmente, de contadores de histórias audiovisuais (cinema, TV, multimídia, videogame).

Público-alvo: 15 vagas – estudantes do ensino médio, estudantes de cinema e profissionais da cultura

Carga Horária: 28h

Onde: Auditório da Pousada Mucugê

Quando: 22 a 28 de maio, das 15h às 19h.

Inscrições aqui! até o dia 30/04/2017 – INSCRIÇÕES ENCERRADAS

O resultado da seleção será disponibilizado no dia 05/05/2017.

Ministrante: Orlando Senna

Cineasta, escritor, jornalista, nascido em Afrânio Peixoto, Bahia, em 1940. Diretor e roteirista dos filmes Iracema, Diamante Bruto, Brascuba, Gitirana. Autor de roteiros para TV e cinema, entre eles O Rei da Noite, Coronel Delmiro Gouveia, Abrigo Nuclear, Ópera do Malandro, Oedipus Major. Seus filmes foram premiados nos festivais de Cannes, Taormina, Pésaro, Havana, Brasília, Rio de Janeiro. Pelo caráter inovador de Iracema recebeu o prêmio Georges Sadoul da França e o Grimme da Alemanha.

Autor dos livros Xana, Ares Nunca Antes Navegados, Máquinas Eróticas, Um Gosto de Eternidade, Os Lençóis e os Sonhos. Diretor de trinta espetáculos teatrais na Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro, destacando-se Teatro de Cordel.

Foi diretor da Escola Internacional de Cinema e Televisão de San Antonio de los Baños (Escola de Cuba), da qual é um dos fundadores, Secretário Nacional do Audiovisual, diretor geral da TV Brasil, presidente da TAL-Televisión América Latina, diretor de programação do CINEBRASiLTV e conselheiro da Spcine- Empresa de Cinema e Audiovisual de São Paulo.

SAIBA MAIS:

A metodologia é lastreada no entendimento e treinamento do raciocínio dramático e na prática de criação e elaboração de narrativas, desenvolvidas a partir de aportes teóricos e análise progressiva e coletiva dos trabalhos de redação e visualização.

No que se refere a histórias audiovisuais, trata-se de sistematizar o trabalho do roteirista, ou seja, como escrever um roteiro segundo as exigências dramatúrgicas e formais da comunicação audiovisual atual.

O formato é o de um brainstorm, os participantes pensando intensa e conjuntamente sobre equações dramáticas e sobre os personagens e as tramas propostas por cada um, o que leva a vários e distintos resultados: a conformação de uma narrativa, a sinopse de uma narrativa a ser trabalhada posteriormente, argumentos e roteiros audiovisuais.

Em qualquer medida desses resultados práticos, pretende-se fixar no comportamento criativo dos participantes a autodisciplina necessária ao trabalhoso ofício de inventar e organizar histórias para qualquer meio de comunicação.

DRAMATURGIA AUDIOVISUAL – TEORIA

-Linguagem audiovisual.

-Cinedramaturgia (Aristóteles, Hegel, Hollywood, Cinema Novo).

-Estrutura dramática e narrativa cinematográfica.

-Impacto das novas tecnologias na linguagem.

-Interatividade.

-Características da Ficção.

-Características do Documentário.

-Ensaio cinematográfico.

-Características da Animação.

DRAMATURGIA AUDIOVISUAL – PRÁTICA 

-Técnicas de Roteiro/Ficção.

-Ideia, tema, storyline, sinopse, argumento.

-Criação e desenvolvimento de Personagens.

-Dinâmicas da Cena e da Sequência.

-Escaleta, tratamentos.

-Estratégias de realização: cinema, TV, vídeo, multimídia, transmídia.

-Concepção e desenvolvimento de roteiro para curta-metragem.

* A Oficina Curto Ficção é realizada pelo Cine Diamantina em colaboração com as Oficinas de Dramaturgia Audiovisual Orlando Senna, produção Araçá Azul e Spiral Senna.